6 de mai de 2008

FIPIR / São Paulo


Prezados (as) senhores (as),

É motivo de orgulho de todos (as) a demonstração de articulação que apresentaram os gestores do FIPIR/SP, na reunião realizada no dia 30 de abril. Mais uma vez tivemos que superar as dificuldades e insistir na construção de um novo momento. Nesta reunião juntos fomos capazes de lançar largas bases de planejamento para os próximos meses de ação das políticas públicas relacionadas à temática racial. Podemos assim, vislumbrar hoje o imenso fortalecimento de nossa construção, revelada em nossa capacidade de avaliação das dificuldades e dos avanços em nossa prática executiva.

Foi fundamental para nosso crescimento a experiência exercida pela coordenação anterior, onde sendo a primeira, teve inúmeras dificuldades, mas dentro das condições existentes conseguiu plantar em nós o ideal de luta e esperança.

É evidente que este novo patamar que alcançamos, é fruto de um extenso acúmulo de construção política, um verdadeiro patrimônio político dos negros (as) de todo o nosso país. Neste reconhecimento, agradeço o apoio dos gestores do Estado de São Paulo, presentes na reunião e ciente das dificuldades dos que não puderam comparecer, na fundamental ação articulada que contribuiu para que pudéssemos hoje contar com a indicação por aclamação, desta nova coordenadoria para o FIPIR/SP.

Sobre os elementos desta nova conjuntura, podemos, portanto reconhecer um processo diferenciado pelo qual iremos juntos construir, um novo momento político em nosso fórum. Uma conjuntura onde o espaço democrático de debate será privilegiado, e as ações e participação ativa dos gestores reconhecida e considerada quanto parte integrante da construção das diretrizes que guiarão todas as nossas políticas. Assim, esta coordenadoria, está imbuída deste espírito político democrático, valorizando a participação política e consciente dos principais objetivos para a execução de suas tarefas.

As diretrizes que guiarão nossas ações são frutos do debate entre os gestores de SP, se pautando prioritariamente nas reivindicações do movimento negro de nosso Estado. Iniciamos nossas ações com uma articulação inovadora, onde conseguimos recursos via emenda parlamentar. Nossa linha de atuação no Estado propõe a construção de parcerias estratégicas, a institucionalização do FIPIR/SP, o avanço da execução da Lei 10.639, a ampliação da rede de atendimento do SOS Racismo, a implementação do Estatuto de Igualdade Racial e a formação dos gestores de São Paulo, buscando assim fortalecer o intercambio político no Estado.

Toda esta construção tem como ideal avançar, no reconhecimento da execução de políticas especificas de cada gestor em suas cidades e do apoio de todos nesta construção. É fundamental, toda a troca de experiência política com gestores de outros estados de nosso país. Estratégia esta, essencial para que nosso avanço ocorra de forma unitária, harmônica e enraizada em todo o território e imaginário brasileiro. Tendo ainda em vista, que todas as diretrizes que regem a concepção das políticas públicas do FIPIR/SP estão em concordância com as orientações da Secretária Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial – SEPPIR.

Por fim, quero ressaltar que o contexto privilegiado que atravessamos contribui para que possamos atuar numa área fundamental para o avanço das experiências que apresentamos. Portanto necessitamos consolidar o poder de articulação entre os gestores de nosso estado, ampliando a capacidade de troca de experiências e capacidade de execução das políticas públicas por nós defendidas.

Fraternalmente,

Washington Lúcio Andrade
Assessor Especial de Promoção da Igualdade Racial da Prefeitura de Araraquara
Coordenador do FIPIR/SP.

Nenhum comentário: